products
Empresa
services
Contato
support
Serviços
news
E-mail
   
   
 

Home
Empresa
Serviços e Materiais
Contato
E-mail

  AçoFerr Material
Nossos Produtos
 
Cortamos qualquer tipo de material e qualquer tamanho em serra, guilhotina ou plasma, qualquer corte sob encomenda ou modelo.
 
  AÇO FERRAMENTA PARA TRABALHO A FRIO    
Código
Açoespecial
(AISI / SAE)
Designação
DIN W.Nr
Comp.
Quimica Média
AÇOESPECIAL
Dureza
HB
Características
D6
1.2436
(X210Crw12)
C 2,10%
Si 0,40%
Mn 0,30%
Cr 12,00%
Mo 0,90%
V 0,20%
255
máx.
Indicado para matrizes de corte e facas de tesouras de alto rendimento,para corte de chapas siliconadas e chapas de aço de até 4mm de espessura; estampos para corte de precisão na indústria de cartonagem e relojoaria. Placas de revestimento de moldes para tijolos e ladrilhos, ferramentas para prensagem de pós metálicos e materiais altamente abrasivos, guias para máquinas operatrizes; réguas para retificadoras sem centro "Centerless", peças de desgaste de calibres, micrômetros e ferramentas em geral, onde se exige a máxima resistência à abrasão e retenção de corte, deve ser utilizado com dureza de 54 a 63 HRC.
O1
1.2510
(100MnCrW4)
C 0,92%
Si 0,30%
Mn 1,20%
Cr 0,50%
W 0,50%
V 0,16%
255
máx.
Ferramentas e corte, especialmente machos, cossinetes, punções, facas de alto rendimento para corte de papel, ferramentas para trabalho de madeira; também indicado para pinos de guia, estampos e matrizes em geral, instrumentos de medição, como calibres, padrões, réguas, etc. Faixa de utilização de 52 a 62 HRC.
D2
1.2379
(X155CrVMo12-1)
C 1,50%
Si 0,35%
Mn 0,40%
Cr 12,00%
Mo 0,95%
V 1,00%
255
máx.
Aço de grande versatilidade, primeira opção quando D6 ou O1 falham por falta de tenacidade. Muito sensível ao tratamento térmico, adquire características muitos distintas com a variação do ciclo. É um dos poucos aços p/ trabalho a frio que, quando tratado corretamente é adequado a receber revestimentos superficiais ou nitretação. Usa-se o D2 sempre que se deseja o máximo de balanceamento entre resistência ao desgaste e tenacidade, tais como matrizes para estamparia, cunhagem, corte, furação, ferramentas, repuxo, laminadores de rosca, calibres, entre pontos para tornos, etc., deve ser utilizado com dureza de 54 a 63HRC
 
 
  AÇO FERRAMENTA PARA TRABALHO A QUENTE    
AISI/
ABNT
Villares DIN Composição Química (%) Condição
Normal de
Fornecimento
Deformação
a Quente
(°C)
Tratamento Térmico Temperatura Revenimento
(°C)
Dureza Utilização Aplicação
Têmpera Meios Recoz (°C)
H13 VH13 1.2344 5,25Cr – 1,4Mo – 0,9V
0,4C – 0,4Mn – 1,05Si
Recozido
Isomax
1050/900 1010/1025 Banho de Sal
AR – ÓLEO
840/870 Duplo
500 – 650
48/53
HRC
ver a1
6F3 VMO 1.2714 1,1Cr – 1,65Ni – 0,5Mo
0,4C – 0,75Mn – 0,95Si
Recozido 1050/900 840/870 ÓLEO 660/680 450 – 650 40/50
HRC
ver a2
VCO 1.2721 0,5C – 1,0Cr – 3,25Ni
0,30Mo
Recozido 1050/910 830/860 Ar Sopr.
ÓLEO
650/670 150 – 450 50/56
HRC
ver a3

a1: Matrizes para prensas de extrusão, forjamento e estampagem. Moldes para fundição de ações não ferrosos e moldes para plásticos. Facas e tesouras.

Matrizes para forjamento. Insertos, Mandris.
a2: Matrizes altamente solicitadas e com gravações profundas, matrizes para martelos de forjamento a quente e matrizes para estampar a quente, punções.
a3: Matrizes de forjamento de gravuras rasas, facas para corte de tarugos e chapas de aço, bigornas para martelos de forjamento.

SAIBA MAIS:
Se destinam a fabricação de ferramentas utilizadas no trabalho a quente de aços, ligas não ferrosas, etc..
Suas principais características são:

. elevada resistência ao revenimento;
. elevada resistência mecânica a quente;
. boa tenacidade e polibilidade;
. grande resistência à abrasão em temperaturas elevadas;
. Boa condutividade térmica;
. elevada resistência à fadiga;
. boa resistência a formação de trincas térmicas.

Essas características conferem às ferramentas a capacidade de resistir às solicitações mecânicas a que estão sujeitas, apesar de serem aquecidas pelo material que está processado.
Elementos químicos como Cr, Mo, V e W é que conferem essas propriedades ao se juntarem ao carbono, que nesses aços está entre 0,30 e 0,60% formando carbonetos que

contribuem para a obtenção das propriedades requeridas nos aços. Com tratamentos térmicos adequados essas qualidades se completam.
O Ni é adicionado quando se necessita de maior tenacidade.

  AÇO CONSTRUÇÃO MECÂNICA    
Código
Açoespecial
(AISI / SAE)
Designação
DIN W.Nr
Comp.
Quimica Média
AÇOESPECIAL
Dureza
HB
Características
8620
1.6523
(21NiCrMo22)
C 0,20%
Si 0,25%
Mn 0,80%
Cr 0,50%
Ni 0,25%
Mo 0,20%
210
máx
Aço para cementação, indicado para construção de dispositivos que necesitem de uma camada endurecida e um núcleo tenaz: gavetas, réguas, barramentos, engrenagens. Quando utilizado na construção de moldes p/plásticos pode ser nitretado ou cementado e temperado, sendo este último menos aconselhável devido às distorções causadas. Produzido especialmente para Açoespecial, com uma redução maior no forjamento, propiciando uma estrutura especial para aplicações de maior responsabilidade. Indicado também para facas para moinhos de plástico e peças cementadas que exijam um bom acabamento
8640
1.6546
(40NiCrMo22)
C 0,40%
Si 0,25%
Mn 0,85%
Cr 0,50%
Ni 0,50%
Mo 0,20%
240
máx
Engrenagens, pinhões, eixos, bielas, parafusos, virabrequins, ferramentas mecânicas, juntas, chavetas, eixos-árvores, peças para equipamentos de perfuração, etc.
4140
1.7225
(42CrMo4)
C 0,40%
Si 0,25%
Mn 0,90%
Cr 0,95%
Mo 0,20%
240
máx
Muito utilizados para bases de matrizes para injeção de alumínio. É opção quando 1045 mostra-se insuficiente, trabalha muito bem entre 60 e 140 Kg/mm² de resistência à tração e possui grande tenacidade. Pode-se construir moldes para plásticos, bases para matrizes, placas de choque. Peças de pequeno porte podem ser temperadas para 50HRC, mas o usual está entre 28 e 42 HRC. Peças para trabalho abaixo de 0°C. No prazo de sete dias podemos fornecê-los na resistência mecânica especificada pelo cliente.
4340
1.6565
(40CrNimo6)
C 0,40%
Si 0,25%
Mn 0,70%
Cr 0,80%
Mo 0,25%
Ni 1,80%
250
máx
Eixos; engrenagens; componentes para indústria aeronáutica; peças mecânicas diversas de segurança, para as quais elevadas propriedades mecânicas são indispensáveis, mesmo à temperaturas abaixo de 0°C.
1045
1.0503/1.1191
(C45 / CK45)
C 0,45%
Mn 0,75%
P 0,04%
S 0,05%
210
máx
Aço econômico para aplicação em construção mecânica onde a exigência de resistência à tração esteja entre 50 e 100 Kg/mm2. Não se deve esperar durezas médias uniformes neste aço após a têmpera. O ideal é trabalhar no máximo a 30 e 32 HRC. quando necessitar durezas maiores, selecionar outro aço. É empregado na fabricação de peças para indústria automobilística, como eixos, por exemplo, ferramentas manuais, bases para matrizes, etc.
 
 
   Bronze  

 

 
  • Tarugos
  • Buchas
  • Flanges
  • Anéis
  • Chapas
  • Barra Chatas
  • Ligas:TM-23; TM-620; SAE-40; SAE-64;SAE-65; SAE-68; SAE-430; SAE-660; BZ-2 BZ-5; BZ-8; BZ-12; BZ-14 e super ligas
    OBS.:Peças fundidas sob modelo ou desenho com certificado de composiçao química.
 
 
   Cobre  
 

 

 
  • Barras Redondas
  • Barras Quadradas
  • Barras Chatas
  • Chapas
  • Bobinas
  • Discos
  • Arames
  • Tubos para Refrigeraçao
  • Ligas especiais
 
 

     Alumínio  
 
  • Vergalhoes Redondos
  • Vergalhoes Quadrados
  • Vergalhoes Sextavados
  • Barras Chatas
  • Tubos
  • Cantoneiras
  • Chapas
  • Perfis
  • Materiais cortados em geral
 
 
   Latao  
 
   
  • Vergalhoes Redondos
  • Vergalhoes Sextavados
  • Vergalhoes Quadrados
  • Barras Chatas
  • Chapas
  • Bobinas
  • Tubos
  • Buchas
  • Arames
  • Cantoneiras
  • Perfis
  • Latao para solda
 
 
     Tubos Mecânicos  
 
   
  • ST-52
  • Trefilados
  • Laminados
 

 

 

 



NOVO NUMERO
Telefone: (11) 5923-4500
Fax: (11) 5923-4500
   
Copyright © AçoFerr Aços e Metai.LTDA
Designed by ionicweb
  Home | Contato | Produtos e Serviços | E-mail